Buscar
  • JORDANA JANTORNO

AMOR PRÓPRIO


Para falar desse sentimento tão nobre é preciso que saibamos responder com convicção as seguintes perguntas :

Você se ama?

Como é sua relação consigo mesmo?

Algumas pessoas tem dificuldade de responder pela cobrança que fazem de si mesmas, muitas vezes influenciadas pelo padrão de beleza impostos pela sociedade, pelas redes sociais, e pela ideia de que o amor está em roupas, dietas, maquiagens, viagens, e realidades distantes de se alcançar. Somos ensinadas desde pequenas a valorizar a beleza física, e como resultado, não aprendemos a valorizar quem somos de verdade. É preciso buscar em nós coisas que gostamos e nos fazem bem, relacionamentos, trabalho, inteligências, habilidades. Buscar conhecer e reconhecer sua inteligência, seus valores, seus sentimentos. Lembrando que todos nós temos algo diferente.

Gostar de si mesmo é a base de nosso bem-estar mental, e a única via para termos uma boa relação com os outros. Se amar envolve olhar para si e criar um relacionamento

saudável consigo, se permitindo ser feliz.

O amor a si mesmo, como todos os amores, precisa ser cultivado todos os dias.

E para isso é necessário que você crie uma relação consigo de amor, de cuidado e respeito,

permitindo elogiar-se e aceitar elogios, se olhar no espelho, se acariciar. Investir em atividades que dão prazer, criar hábito de leitura, de meditação, de terapia.

Exercitar a arte de se amar todos os dias, a todo momento.

O amor próprio está

extremamente relacionado à autoestima e autoconfiança. Quanto melhor a sua relação consigo mesma, ou seja, quanto mais você se amar, maior será sua autoestima e mais confiante você ficará.

Nos amando, atraímos para nossas vidas sentimentos nobres, pessoas boas, e

consequentemente estaremos preparadas pra receber amor de verdade, a lidar melhor com dias cinzentos e ruins.

Aprendemos a estabelecer limites, a nos perdoarmos, a nos equilibrarmos, a nos sentirmos segura, a nos valorizarmos, a confiar em quem somos de verdade.

Na vida, podemos mudar de namorado, cônjuge, de amigos, de colegas, de cidade, mas não há maneira de escapar de nós. Somos livres para nos maltratar e também para nos amar. Só seremos nós mesmos se nos aceitarmos e nos amarmos como somos.

O amor próprio nos ajuda a lidar com coisas difíceis e a construir uma vida que vale a pena ser vivida.

1 visualização

FALE COMIGO

ENVIE UM EMAIL OU LIGUE SE TIVER DÚVIDAS
+55 22 99827-4533
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

©2020 POR PRISCILLA REBOUÇAS PARA JORDANA JANTORNO.