Buscar
  • JORDANA JANTORNO

CONEXÃO CÉREBRO E INTESTINO


Você sabia que o seu intestino é considerado seu segundo cérebro? Segundo cérebro, porque noventa por cento da serotonina produzida no nosso organismo vem do intestino, por causa da vasta quantidade de neurônios escondidos no trato gastrointestinal, por sua capacidade de operar com autonomia independentemente de comandos neurais superiores. Libera neurotransmissores que conduzem informação de um lado para o outro, além da comunicação dinâmica e complexa entre corpo e cérebro. A flora intestinal conhecida como microbiota, também interfere na comunicação entre os dois. A microbiota tem papel decisivo na manutenção da saúde, funcionando como uma barreira que impede a proliferação de microrganismos patogênicos, ativam e modulam a resposta imunológica, reduzem o pH intestinal, controlam o armazenamento de gorduras, metabolizam compostos, como ácidos biliares, e fermentam resíduos de alimentos que o corpo humano é incapaz de digerir. Hoje, evidências científicas mostram que problemas decorrentes da alteração da disfunção dos intestinos como diarreia constante, prisão de ventre, constipação, dores abdominais dentre outros, podem interferir na forma como o cérebro trabalha, desencadeando depressão, ansiedade, e até distúrbios psicológicos e psiquiátricos, bem como manifestações cutâneas como Melasma e envelhecimento da mesma. Sobretudo é fundamental que tenhamos uma boa saúde intestinal para usufruírmos de uma boa saúde mental. Por isso a importância de fazermos escolhas mais saudáveis, com alimentos ricos em cálcio e Magnésio, que estimulam a produção de triptofano, o aminoácido precursor da serotonina. A molécula que nos leva ao estado de bem-estar. A Serotonina é importante para a regulação das emoções no sistema nervoso central, bem como, na função do intestino. Uma vida estressante, com excesso de consumo de remédios, falta de atividade física e má alimentação, prejudica a flora intestinal. Pessoas que não se alimentam bem, que não fazem uso de oleaginosas, fibras solúveis e vegetais tem déficit das funções mentais, como memória, atenção, concentração e humor. Agora você já sabe que uma boa alimentação aumenta os níveis de serotonina no cérebro. Aquele sentimento de satisfação após comer um docinho é “culpa” dela. O caminho é um só, procure ter sempre um estilo de vida saudável!

2 visualizações

FALE COMIGO

ENVIE UM EMAIL OU LIGUE SE TIVER DÚVIDAS
+55 22 99827-4533
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

©2020 POR PRISCILLA REBOUÇAS PARA JORDANA JANTORNO.